RSS

O outro mundo

26 Out

Georges Romey
Excertos adaptados

O outro mundo

Se há um lugar que recusa definições é o outro mundo. Se há expressões que nos causam medo, esta é uma delas. A sua evocação activa um fundo de angústia metafísica que todas as almas possuem, mesmo que seja em estado latente. O outro mundo impressiona porque o vemos como um outro lado do mundo dos vivos. Mas só uma percentagem ínfima de sonhos estabelece essa correlação.

No vocabulário das imagens, o outro mundo é uma expressão que se inscreve no simbolismo da passagem. É quase equivalente ao outro lado. As cenas de travessia de um espelho ou de passagem através de um buraco negro são as mais constantes do símbolo. Este não equivale um inverso da vida, mas a um além do consciente.
Penetrar num outro mundo, abandonar-se à força que nos impele para o buraco negro são atitudes oníricas que revelam que os sonhadores querem abandonar as máscaras. Denunciam a fraqueza das sábias construções de defesa do eu. O acesso a valores recalcados ou que ficaram inconscientes, o estabelecer de novas ligações entre o inconsciente e o consciente, levam-nos a descobrir o que ignorávamos de nós mesmos.

Este alargamento do campo da consciência conduz a uma aceitação da progressão no desconhecido. É fácil compreender como esta faceta desconhecida do ser se confunde com o universo desconhecido de algo que está para além da vida. Esta sobreposição, tão fatal quanto deplorável, leva a uma interrupção do desenvolvimento da psique.

Tal como o outro lado, o outro mundo é um auxiliar activo do verbo atravessar. Para além do limiar encontram-se valores contrários àqueles que o consciente adoptou. Ambas as expressões apelam para uma dinâmica de conciliação dos opostos. Diante do outro mundo, a pessoa sente-se face a horizontes ilimitados, num espaço onde cada valor é enriquecido pelo seu contrário e vice-versa.

Vejamos alguns excertos de um sonho de Dominique:

É estranho! Via um lugar muito turístico, um porto cheio de lojas onde se vendiam coisas horrorosas que não serviam para nada…como pano de fundo havia um barco de cruzeiro…sobreposta a esta imagem vejo uma espécie de Robinson Crusoe numa jangada, barbudo e maltrapilho…que chega a terra…Desço uma escada interminável…tenho a impressão de me enfiar num buraco negro…até que vejo que se trata da entrada num bosque…é como se estivesse a entrar noutro mundo…

Todas estas imagens me fazem pensar numa forma de vida artificial…ou social, que dá origem a uma vida mais natural…já não há diferença entre elas, cada uma dá acesso à outra…não há rupturas…à entrada do bosque há uma luz, é como uma chama…há duas velas de cada lado…é algo de simples e de eterno ao mesmo tempo…de repente tudo muda…é como se o meu olhar pudesse abraçar a totalidade do mundo…tenho a impressão de ser um gigante e de assistir a uma cena em que o mundo é representado em miniatura…onde tudo se entrelaça como os elos de uma cadeia fechada…não há princípio nem fim…penso também nos nómadas…essas pessoas sem lugar…os nómadas vivem na simplicidade, na natureza, em contacto com as coisas naturais, sem desconforto…sinto-me muito bem com estas visões…

O outro mundo deve ser visto como um sinónimo do outro lado. Exprime uma nova relação entre o campo da consciência e alguns valores que permaneceram inconscientes. Devido à conotação com o desconhecido, pode acontecer que haja uma sobreposição angustiante do outro mundo e do mundo além vida.

A confusão é lamentável, uma vez que faz equivaler um desconhecimento provisório dos valores inconscientes e o desconhecimento inultrapassável do que está para lá do mundo manifestado.

 

Etiquetas:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: