RSS

A princesa

26 Out

Georges Romey
Excertos adaptados

A princesa

Prima direita da fada, a princesa do sonho é, com toda a evidência, uma manifestação da componente feminina da psique. Tal como a sua prima, ela herdou os genes que lhe conferem a aura das figuras mágicas. Distintas por algumas especificidades, a princesa e a fada levam a sua cumplicidade, na dinâmica onírica, até ao ponto de se substituírem por vezes uma à outra, com algumas frases de intervalo, na mesma sequência onírica.

O onirismo associa a princesa e o branco com tal constância e tanta originalidade, que não podem restar dúvidas sobre a importância desta observação na tradução da imagem. O branco é a pureza, o isolamento, a esterilidade, a morte. É a não-implicação na aventura vital. Uma psicologia que produz a imagem da princesa ponteada de branco, transmite a reserva, a espera, o refúgio num sonho de absoluto. A princesa do sonho, como será fácil mostrar, exprime a perturbadora situação psicológica da jovem em transformação.

Desorientada, não sabendo situar-se entre a criança que já não pode ser e a mulher que não quer ser, a jovem conhece um período de profundo desalento. A princesa de branco é a anima em violenta oposição à visão do vermelho, do sangue, e que se fechou no seu caixão de vidro da inocência. A Branca de Neve nunca está muito longe quando aparecem a princesa e a fada.

A princesa intervém em duas situações bem distintas. Quando se trata de uma sonhadora muito jovem, que se deixa levar pela maravilhosa atracção de um primeiro amor, o símbolo atesta a convergência da realização psíquica e do desenvolvimento fisiológico. Testemunha então a fase exuberante da jovem enamorada, fermento de metamorfose da menina em mulher. A princesa do sonho, como a do conto de fadas, exibe os ornamentos exuberantes da anima que se oferece livremente à união com o animus.

Na maioria das observações que fizemos, o símbolo revela, pelo contrário, o divórcio entre a aspiração da realização da anima no tempo da adolescência e alguma realidade chocante que se opôs ao seu despertar. Essa princesa, seja qual for a idade da sonhadora, traduz o sono de uma alma enregelada na espera prolongada do Príncipe Encantado.

Quando a princesa surge no imaginário de um homem, trata-se, com toda a certeza, de um sonhador cuja componente feminina é fortemente dominante e recalcada. Com a intenção de se fazer reconhecer, esta inunda o comportamento com sinais que a tornam evidente aos olhos do ambiente circundante da pessoa, ao mesmo tempo que escapa à sua própria consciência. Esta situação engendra as mesmas imagens que associam a princesa ao branco.

Quando acolhe a imagem da princesa quase sempre acompanhada da visão do branco, o intérprete do sonho não deve recear um erro de tradução. Pode reconhecer no símbolo, sem qualquer hesitação, uma das manifestações da anima.

Em ocasiões raras, e tratando-se de uma paciente muito jovem envolvida na experiência de um amor verdadeiro, a princesa expõe o poder transformador da anima fecundada pelo animus. Ela manifesta a fase transitória que conduz da jovem à mulher.

O terapeuta deve, no entanto, recordar que, na maior parte dos casos, a aparição da princesa no sonho diz respeito aos tormentos da transformação pubertária e às sequelas de uma experiência insatisfatória do tornar-se adulta.

A princesa e a sua aura branca testemunham, no mínimo, uma desilusão engendrada por um Príncipe Encantado decepcionante ou… ausente. Não fecundada pelo beijo do despertar, a anima permanece expectante no seu caixão de vidro.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 2007 em branco, fada, princesa

 

Etiquetas: , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: